DISCOGRAFIA

12. BOA NOITE SOLIDÃO

(Letra de Jorge Fernando e Música de António dos Santos)

 

Boa-noite solidão

Vi entrar pela janela

O teu corpo pela negrura

Quero dar-me à tua mão

Como a chama duma vela

Dá a mão à noite escura

 

Só tu sabes, solidão

A angústia que traz a dor

Quando o amor a gente nega

Como quem perde a razão

Afogamos nosso amor

No orgulho que nos cega

 

Os teus dedos, solidão

Despenteiam a saudade

Que ficou no lugar dela

Espalhas saudades pelo chão

E contra a minha vontade

Lembras-me a vida com ela

 

Com o coração na mão

Vou pedir-te, sem fingir

Que não fales mais dela

Boa-noite solidão

Agora quero dormir

Porque vou sonhar com ela


[x]