DISCOGRAFIA

09. SE ACASO UM ANJO VIESSE

(Letra de Aldina Duarte e Música de Adriano Batista [Fado Macau])


O amor que nunca quis
Anda a ver se me convence
Que só pode ser feliz
Quem a vida lhe pertence.


Entreguei ao meu destino
Aquilo que não conheço,
Um sorriso pequenino
E uma lágrima num lenço.


Se acaso um anjo viesse
Baloiçar na minha cruz
Talvez ainda pudesse
Ficar aos pés de Jesus.


Mas a fé não tem medida
Nem o fado uma razão.
Toda a vida que é vivida
Dá mais vida ao coração.


[x]